Publicado em: sexta-feira, 07/06/2013

Após acidente, Eduardo Sterblitch afirma que vai pedir indenização à Sabesp

Após acidente, Eduardo Sterblitch afirma que vai pedir indenização à Sabesp O humorista Eduardo Sterblitch garantiu que tem a intenção processar a Sabesp pelo acidente de carro em que se envolveu na Marginal Tietê, na cidade de São Paulo, madrugada desta quinta-feira (6).

O automóvel de Eduardo acabou sendo atingido por um caminhão que passou por cima de um bueiro que estava sem tampa e acabou perdendo a direção.
Em entrevista ao portal “G1”, o famoso interprete do “Freddie Mercury Prateado”, do programa da Rede Bandeirantes “Pânico”, contou que com certeza vai pedir algum tipo de indenização à Sabesp, pois o que aconteceu com ele e o motorista do caminhão foi um absurdo. Ele alegou que foi importante que esse deslize tenha acontecido com ele, pois por ser uma pessoa pública o incidente será mais divulgado e as providências cabíveis serão tomadas mais rapidamente.

De acordo com Sterblitch, além de estar aberto na via, o bueiro estava quebrado. Ele afirmou que a população paga caro demais para a empresa e, por isso o ocorrido tem que se tornar algo público.

Em declaração à “Folha”, Eduardo Sterblitch contou que em conversa com os bombeiros, os profissionais afirmaram que em um acidente deste nível as vítimas nunca saíram ilesas da colisão. Os bombeiros ainda afirmaram que não entenderam como ele e o rapaz que dirigia o caminhão conseguiram escapar vivos da batida.
O humorista revelou que durante o acidente toda a sua vida passou pela sua cabeça, e agora ele crê nasceu de novo.

A Sabesp publicou uma nota oficial em que pede desculpas e lamenta o terrível acidente. A companhia garantiu que uma equipe foi designada para providenciar imediatamente o reparo do tampão do bueiro que provocou o acidente de quinta-feira.

A empresa explicou que o deslocamento da tampa do bueiro aconteceu por causa do intenso movimento de veículos pesados ao longa da via. A Sabesp fez questão de deixar claro que vai indenizar todas as vítimas envolvidas neste transtorno, assumindo os danos ocorridos na colisão.