Publicado em: quinta-feira, 05/03/2015

Após acidente, Alonso teve perda de memória e “acordou em 1995”

O jornal El Pais publicou esta semana uma notícia dando conta que após acordar do acidente que sofreu em corrida teste há algumas semanas, o espanhol Fernando Alonso teria acordado pensando que estávamos no ano de 1995. Suas primeiras palavras assim que despertou teriam sido se identificar e dizer que era um corredor de kart com o desejo de chegar à Fórmula 1. O acidente aconteceu quando ele treinava no circuito de Montmelo, na Espanha. As circunstâncias da batida ainda estão sendo investigadas, mas por recomendação médica, Alonso está fora da primeira corrida da temporada da F1 2015.

De acordo com o jornal espanhol, Alonso teria sofrido uma perda de memória de aproximadamente 20 anos, retornando ao período que ainda corria com kart, sonhando em alcançar um posto na Fórmula 1. O piloto teria demorado uma semana para conseguir recuperar a memória de todos os acontecimentos desses 20 anos, inclusive o início de sua carreira e os dois títulos já conquistados na F1. Quando uma pessoa sofre um batida com impacto na cabeça, como o que aconteceu com o espanhol, o protocolo médico inclui realizar perguntas simples, como o nome, profissão e objetivos para o futuro. O branco na memória de Alonso o fez responder às perguntas do protocolo com base em sua vida há 20 anos.Após acidente, Alonso teve perda de memória e "acordou em 1995"

O lapso em sua memória mostrou o quão grave foi seu acidente, mas qualquer tipo de lesão cerebral como consequência do acidente já foi descartada pela equipe médica que acompanhou o piloto. O jornal espanhol ainda declara que o piloto precisou de alguns dias para conseguir se recordar da carreira bem sucedida, como sua entrada na F1, em 2001 com a Minardi, e também os títulos que conquistou quando corria pela Renault, em 2005 e 2006. Depois de passado uma semana, Alonso havia conseguido recuperar essas recordações e sua memória. Entretanto, como medida de precaução, os médicos mantém a restrição de sua participação na abertura da temporada 2015 da Fórmula 1, no GP da Austrália, que acontece em 15 de março.

Na última semana, ele foi liberada para realizar atividades físicas e deve retomar o ritmo com natação, corrida e academia, já pensando em competir no GP da Malásia, no fim do mês de março. O médico responsável pelo caso declarou que a recuperação do piloto vem seguindo o curso normal, apesar da gravidade do acidente.