Publicado em: sábado, 14/09/2013

Após 22 anos, índice de mortalidade infantil tem queda de 75% no Brasil

Após 22 anos, índice de mortalidade infantil tem queda de 75% no BrasilO índice de mortalidade infantil no Brasil apresentou queda de 75% nos períodos de 1990 à 2012, essas informações foram passadas por um relatório que foi divulgado pela Organização das Nações Unidas nesta sexta-feira.

No ano de 1990 o Brasil fez o registro de 52 crianças que morriam a cada mil nascimentos de crianças vivas, no ano de 2012, essa taxa caiu para 13 mortes a cada mil crianças nascidas vivas, o índice de mortalidade infantil é calculado através das mortes que ocorrem com crianças com menos de um ano de idade, esses estudos são realizados em conjunto com a Unicef, Organização Mundial de saúde e do banco mundial.

Tendo em consideração a mortalidade entre crianças que tem 5 anos de idade, o índice apresentou queda de 77.4%, no ano de 1990 esse índice era de 62 crianças mortas para cada mil crianças que nasciam vivas, no ano de 2012 esses números eram de 14 mortes para cada mil nascimentos com crianças vivas.

Os objetivos da ONU que foram propostos pela ONU até 2015 era reduzir a morte em crianças de 5 anos de idade para 21 mortes em cada mil nascidos vivos, com a divulgação desse números, segundo a Unicef essas metas já foram atingidas e superadas em 33%, esse feito foi conseguido pouco mais de um ano antes do prazo final para alcance da meta, segundo esse estudo o Brasil obteve melhores resultados se analisados os países da América Latina.

No ano de 2012, cerca de 37 mil crianças menores de um ano morreram no país, de acordo com a Organização das Nações Unidas, o número de crianças mortas atingiu um número de 180 mil crianças no ano de 1990, quando a referência se torna crianças de 5 anos de idade essas mortes foram de 42 mil, sendo que no ano de 1990 esse número foi de 219 mil crianças.