Publicado em: sábado, 29/09/2012

Aplicações em Fundos Petrobras e Vale são as com maior sucesso em setembro

Aplicações em Fundos Petrobras e Vale são as com maior sucesso em setembroAs aplicações que tiveram maior sucesso no mês de setembro foram os fundos de investimento de privatização que aplicam em ações das empresas Petrobras e Vale. Foi um mês de melhora dos mercados com o empenho dos bancos centrais em colocar dinheiro nas grandes economias.

Estão incluídos nesse grupo os fundos de aplicação de recursos do FGTS dos trabalhadores nestas ações, e também os que são abertos para qualquer tipo de investidor. A Petrobras rendeu 10,22% nos seus fundos, enquanto os a vale registrou aumento de 8,86%, que é a última colocação, até o dia 25.

O ouro, que ainda é uma aplicação pouco acessível ao pequeno investidor, subiu 4,55% em setembro. O metal sobe com a busca dos investidores profissionais pelos chamados ativos reais –commodities, ações e imóveis– para se proteger da inflação nos países ricos.

A Bolsa acaba setembro com aumento de 3,71% no índice da Ibovespa, que é o maior termômetro de ações no Brasil. Já no Estados Unidos a Bolsa de Nova York aumentou 2,65% no índice Dow Jones e a Nasdaq, de 1,61%.

Nova poupança rende menos que a metade da inflação

A antiga poupança teve rendimento de 0,5% líquido na renda fixa no mês, já a nova teve um aumento de 0,43%, valor menor do que a inflação marcada pelo IGP-M, que esteve medida em 0,97%.

Já os fundos de renda fixa tiveram aumento de 0,71% bruto e de 0,55% a 0,60% no valor líquido, que se mede após ser descontado o Imposto de Renda. Os rendimentos dos fundos DI foram 0,52% e 0,40% a 0,44% no valor líquido.

Flávio Szanajder, que é sócio da gestora de recuros independentes Bogari Capital, diz que: “A maioria das boas notícias já vieram para a Bolsa. Daqui em diante vai depender da atividade econômica”.