Publicado em: quinta-feira, 12/09/2013

Apesar de leitor digital, iPhone 5S requer senha numérica

Apesar de leitor digital, iPhone 5S requer senha numéricaO mundo da tecnologia ficou agitado nesta semana depois que a Apple fez o lançamento das novas versões do seu smartphone: o iPhone 5C, que foi desenvolvido para ser um telefone inteligente mais popular da marca, e o iPhone 5S, que é a atualização do mais recente smartphone da marca norte-americana lançada no mercado.

A previsão é de que o novo iPhone comece a ser vendido, assim nos Estados Unidos e em mais alguns outros países, a partir do próximo dia 20 de setembro. Mas especialistas em tecnologia já conseguiram usar o telefone para dar suas primeiras impressões sobre o novo aparelho que chegará ao mercado dentro de alguns dias.

O iPhone 5S se parece muito com a sua versão anterior. Com a diferença das novas cores, o peso e o design do aparelho continuam o mesmo. O aparelho dá respostas rápidas e já utiliza o iOS 7, nova versão que estará em breve disponível para a atualização. A Apple afirma que a nova versão do seu smartphone é duas vezes mais rápida do que a antiga, já que utiliza um processador de 64 bits.

Identificador de digitais

Um dos sistemas novos que estão presentes na nova versão do smartphone é o sistema de impressão digital Touch ID. O aparelho tem um sensor de impressão digital no botão de home da nova versão do telefone. No entanto, é válido lembrar que a presença dele não impede que o usuário desbloqueie o seu celular com a senha numérica.

Por isso, por exemplo, se você estiver ocupado e quiser pedir para alguém ver alguma coisa no seu celular, será possível que a pessoa desbloqueie o aparelho usando a senha numérica que você fornecer.

O telefone consegue armazenar até cinco opções digitais, então para não ter problemas na hora de usar a função, é possível memorizar duas impressões dos seus próprios dedos. Assim, se você não conseguir desbloquear o aparelho com um dedo, poderá fazê-lo com o outro, e ainda terá espaço para armazenar a digital de outras pessoas que também utilizam o smartphone.