Publicado em: terça-feira, 17/09/2013

Aparecidense-GO perde vaga nas quartas de final da Série D do Brasileiro

Aparecidense-GO perde vaga nas quartas de final da Série D do BrasileiroNa última segunda-feira (16), a Aparecidense-GO foi julgada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa do lance que envolveu o massagista Romildo Fonseca da Silva, que salvou um gol em cima da linha, que tiraria o time goiano das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. E em primeira instância, o clube foi enquadrado no artigo 205 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), “impedir o prosseguimento da partida…”

Com o resultado desse julgamento, o Aparecidense está desclassificado da Série D, e consequentemente, o Tupi de Juiz de Fora-MG, clube vítima do lance envolvendo o massagista da equipe goiana, está classificado para encarar o Mixto-MT nas quartas de final da competição. Agora, o time de Aparecida de Goiânia terá de recorrer ao tribunal para permanecer vivo no campeonato.

Além da Aparecidense, Romildo Fonseca da Silva também recebeu uma punição. O massagista foi suspenso por 24 jogos e recebeu uma multa de R$ 500. Por outro lado, o juiz que apitou o empate por 2 a 2 do time goiano com o Tupi, Arilson Bispo da Anunciação, recebeu a absolvição do STJD.

Advogado do Tupi teve pedido acatado para inclusão no artigo 205 do CBJD

Na defesa do Tupi, o advogado Mário Bittencourt pediu a desclassificação do artigo 243 do CBJD, “atuar de forma contrária à ética esportiva” , para o artigo 205 do Código, e foi correspondido. Do outro lado, nenhum diretor da Aparecidense compareceu ao tribunal. Além da perda da classificação para a próxima fase da Série D, o clube goiano também deverá pagar multa de R$ 100.

Após o resultado, o advogado João Vicente Moraes, da Aparecidense, telefonou para os dirigentes do clube para informar sobre o resultado do julgamento. De acordo com ele, o voto contrário do presidente da sessão, Paulo Valed Perry, ajuda no pedido por recurso, para anular a decisão da maioria pela exclusão do time da Série D.