Publicado em: sexta-feira, 30/08/2013

ANS suspende novamente venda de planos de saúde

ANS suspende novamente venda de planos de saúdeNovamente a Agência Nacional de Saúde Suplementar, que também é conhecida como ANS, teve que suspender a venda de 246 planos de saúde de 26 operadoras que atuam em território brasileiro. A proibição da venda acontece a partir desta sexta-feira, 30 de agosto.

Os planos de saúde que não podem ser vendidos são os mesmos da lista que tinha sido anunciada há dez dias, mas que foi suspendida por conta de uma decisão da justiça.

Na última quarta-feira, dia 28 de agosto, a Justiça determinou que a Agência Nacional de Saúde fizesse novamente o cálculo do número de reclamações registradas contra os planos de saúde, não levando em consideração aquelas reclamações que ainda não tiveram um parecer conclusivo e a operadora do plano de saúde tenha oferecido defesa.

Por meio de uma nota oficial, a ANS disse que todos os requisitos exigidos pela Justiça foram obedecidos e que ainda assim a decisão de manter a suspensão dos planos de saúde que não estavam cumprindo as normas impostas tinha sido tomada.

Suspensão dos planos e brigas na Justiça

No dia 20 de agosto a Agência Nacional de Saúde já tinha suspendido por três meses a venda de 212 planos de saúde de 21 operadoras. Fora estes, já estavam na lista de planos de saúde suspensos outros 34 planos de outras cinco operadoras que já não tinham passado num processo de aprovação anterior a este.

Os planos de saúde que recebem as punições são aqueles que não cumpriram o prazo máximo para marcar consultas, exames, cirurgias ou então que tenham negado cobertura aos seus usuários. No entanto, no mesmo dia a Federação Nacional de Saúde Suplementar entrou com uma ação na justiça dizendo que havia erros, por parte da ANS, no monitoramento dos prazos de atendimento dos planos de saúde.