Publicado em: sexta-feira, 20/01/2012

Anonymous derruba sites do governo americano em resposta à desativação do Megaupload

O grupo hacker Anonymous reivindicou os ataques cibernéticos da noite de quinta-feira (19) que derrubaram os sites do FBI, do Copyright Office, do Departamento de Justiça dos EUA, da Warner Music, da Universal Music, da Recording Industry Association of America, entre outros endereços. O grupo, que estava sem se manifestar há algum tempo, afirmou ter organizado os ataques em represália à ação do governo dos Estados Unidos de ter retirado do ar o site Megaupload.com.

A confirmação e a divulgação das operações do Anonymous foram enviadas por meio dos perfis no Twitter do grupo hacker. Por volta das 19h da quinta-feira, as contas @anonops e @youranonews publicaram “O Governo derruba o #Megaupload? 15 minutos depois o #Anonymous derruba os sites do governo e das gravadoras. Vocês deviam ter previsto”. O Anonymous também informou que este é “o maior ataque já feito alguma vez pelo Anonymous”, com 5.635 participantes.

O Anonymous teria usado um programa de código aberto chamado “LOIC”, que consegue disparar um grande número de requisições para o mesmo site, o que causaria uma sobrecarga no servidor e levaria à queda do site. O programa precisa estar instalado em diversas máquinas para conseguir enviar tantas requisições ao mesmo tempo.

As autoridades dos Estados Unidos defendem que o Megaupload.com incentiva a pirataria e teria causado prejuízo de US$500 milhões por conta da facilidade de download de arquivos de filmes e de músicas. O FBI informou que o desativamente do Megaupload.com não tem relação com o projeto de lei SOPA.