Publicado em: segunda-feira, 15/08/2011

Aniversário de 30 anos do PC mostra a defasagem da tecnologia

O PC, sigla para Personal Computer, a qual significa computador pessoal na tradução do inglês, completou 30 anos. Tendo o primeiro modelo lançado em 12 de agosto de 1981 pela empresa IBM com a primeira versão do MS-DOS, atualmente tanto a IBM quando a Microsoft enxergam o futuro dos computadores de maneira diferente daquela imaginada. Atualmente, o PC tem seu rumo comparado ao das máquinas de escrever e dos discos de vinil.

Em comemoração ao aniversário de 30 anos, o designer da IBM que participou da produção do primeiro PC, Mark Dean, publicou um texto em seu blog para falar sobre as suas previsões para este computador. De acordo com ele, os dias do PC estão contados e a comparação com as máquinas de escrever e os discos de vinil significa que ele será substituído por tecnologias mais modernas. Ao mesmo tempo, Dean garante a importância dos PCs ao ressaltar que o seu surgimento foi o que garantiu um ambiente propício para as novas gerações de produtos.

No texto, Dean escreveu que “eu, pessoalmente, deixei o PC para trás. Meu computador principal é um tablet. Quando ajudei a projetar o PC, não pensei que viveria o suficiente para ver seu declínio. Mas, apesar de os PCs continuarem a ser bastante utilizados, eles não são mais a vanguarda da computação.”

Com as afirmações divulgadas por um dos desenvolvedores do PC, o debate sobre a era do pós-PC fica ainda mais em destaque. Atualmente, existe uma dúvida quanto a qual o dos desktops e laptops em comparação aos tablets e smartphones.