Publicado em: terça-feira, 11/10/2011

Angela Merkel e Nicolas Sarkozy decidem dar dinheiro para bancos da Europa

Após encontro em Berlim, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, líderes de duas das economias mais fortes da zona do euro, anunciaram que vão criar um pacote de medidas em conjunto para tentar resolver a crise do euro. A medida, anunciada neste domingo (9), tem como objetivo garantir a estabilidade e o resgate dos bancos que pertencem ao bloco e que estão ameaçados pela crise.

Os dois líderes afirmaram que não medirão esforços para assegurar a estabilidade do euro e ajudar a resolver os problemas dos bancos, mas não mostraram nenhum detalhe sobre o plano. O anúncio foi feito após reunião de uma hora e meia entre os dois líderes. O objetivo é construir um acordo antes do encontro marcado para 17 e 18 de outubro, entre os 27 líderes do bloco.

Mesmo afirmando que estão juntos na elaboração do pacote, Merkel e Sarkozy estavam divergindo sobre a recapitalização dos bancos. A chanceler alemã diz que os bancos deveriam procurar auxílio de investidores privados antes de recorrer a recursos nacionais ou europeus para conseguir se recuperar da crise. Já Sarkozy era a favor de usar o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira para colaborar com os bancos franceses.

Enquanto os líderes dos dois países não divulgam os pacotes, as evidências de realocar a dívida grega aumentam, além de um eventual corte de 60% nos débitos do país. Para especialistas, isso seria a declaração de insolvência da Grécia. Merkel e Sarkozy evitaram falar sobre o assunto.