Publicado em: quinta-feira, 06/09/2012

Android – Malwares atacam principalmente os usuários do Android

Android - Malwares atacam principalmente os usuários do AndroidA empresa de segurança MacAfee, realizou um estudo sobre a segurança cibernética e os malware. Os resultados apresentados em um relatório mostram que nos últimos quatro anos ouve um aumento significativo do ataque de malwares. O estudo apresentou ainda que, os usuários de dispositivos móveis, principalmente com sistema Android, sofrem uma crescente ameaça de ataque.

Os resultados do relatório do segundo semestre não causa tanta surpresa nos pesquisadores. Mostra apenas que o problema é o mesmo e que está avançando, apresentado variações. Ainda assim, os resultados apresentados no relatório são preocupantes. Os malwares são uma séria ameaça e não devem sumir tão facilmente já que se espalham com certa facilidade.

Sites maliciosos são um mecanismo fácil para adquirir malware. Dados revelam que 2,7 mi de URLs maliciosas são encontradas mensalmente, o que significa 300 mil domínios corrompidos por mês e resulta em 10 mil novos domínios maliciosos criados por dia. O objetivo da hospedagem desses malware é o seqüestro de dispositivos móveis ou PCs sem proteção.

Além disso, os malwares também podem se espalhar a partir do uso de pendrives infectados. Acontece que crackers inserem um código malicioso em arquivos de AutoRun que são executados automaticamente assim que o pendrive é inserido no computador. A instalação desse malware pode comprometer o PC, além de capturar outras máquinas conectadas a eles. Essa é uma das formas do malware continuar se espalhando.

MÓVEIS AMEAÇADOS

O grande alvo dos malwares têm sido os dispositivos móveis. O novo modelo de aparelhos que agora contém gigabytes de dados transformou esses computadores de bolso alvos fáceis para os crackers.

Hoje muitos usuários de dispositivos móveis executam softwares de segurança em seus computadores. Além disso, já estão mais treinadas a usar o bom senso para reconhecer e, assim evitar os ataques desses malwares. Acontece que a mesma consciência ainda não foi implantada nos usuários de dispositivos móveis. Muitas pessoas acreditam que não necessário proteger seus aparelhos.

No caso de ataque de malware, tablets e smartphones Android têm mais chance de serem infectados. As amostras de malware encontradas no móvel pode varia entre as qua enviam SMS, botnets móveis, Cavalos de Troia, spyware e pagamentos SMS fraudulentos.