Publicado em: sábado, 22/03/2014

Anderson Silva surpreende a todos em programa altas horas ao dizer que seu rival Belfort venceria

Anderson Silva surpreende a todos em programa altas horas ao dizer que seu rival Belfort venceriaO Spider comentou o fato de como seria a luta entre Vitor Belfort e Chris Weidman se ele não tivesse usado TRT. Ele afirma que tem certeza que Vitor venceria. Em uma entrevista com Serginho Groisman no programa “altas horas” ele diz se sonha em ter uma verdadeira revanche com Chris Weidman, já que se machucou quando lutava com ele. Anderson afirma que por enquanto não está pensando em luta nenhuma e sim em se recuperar 100 % para conseguir voltar a lutar.

O lutador apresentou uma rápida evolução a quebrar sua perna, entretanto, espera sair os seus resultados para ter certeza se poderá voltar a disputar o cinturão como antes e se os resultados forem positivos ele revela que Irá lutar sim. Por enquanto, Anderson conta, que está recuperado apenas 9 % e que em 2014 será impossível ele voltar ao octógono. Mas da esperança aos seus fãs ao dizer que volta a lutar no próximo ano e que se sair alguma notícia falando que ele irá lutar no final deste ano é boato.

Humildemente ele cita o nome de alguns lutadores que segundo ele merecem disputar o Cinturão antes dele estar completamente recuperado, como o nome de Vitor, Anderson lamenta por ele não poder lutar e afirma que tem certeza que ele venceria sim e conseguiria o Cinturão. Como o assunto era sobre o Vitor, o Spider aproveita para dar a sua opinião sobre a proibição do TRT, que é uma reposição de testosterona, ele afirma que não acha nada justo um lutador fazer isso, pois quando se está lutando, o TRT irá fazer bastante diferença. Entretanto ele se posiciona dos dois lados e volta a falar de Vitor, diz que achou injusto sim por terem aprovado e depois simplesmente falaram que ele não poderia mais.

Após encerrado esse assunto, Anderson desabafa, contando que já foi vítima de racismo, já que é o dia Internacional de Luta pela eliminação da Descriminação Racial. Ele conta que já sofreu com isso, uma das vezes foi quando ele trabalhava em uma lanchonete na cidade de Curitiba e foi atender a um senhor quando ele disse que não queria que uma pessoa negra o atendesse. Heraldo Pereira, jornalista da Rede Globo, entra no papo também e diz que isso acontece ainda com muita frequência no Brasil e que ele não consegue imaginar um negro daqui que nunca tenha passado por uma situação de racismo.