Publicado em: quinta-feira, 05/02/2015

Anderson Silva garante a médico do MMA que é inocente

Márcio Tannure, o diretor médico responsável pela comissão atlética brasileira de MMA, afirmou que em conversa com o lutador Anderson Silva, ele garantiu que é inocente no flagra do doping em exame realizada no início de janeiro. O exame foi realizado no dia 9 de janeiro, semanas antes da realização da luta com Mick Diaz, no último final de semana, que marcou o retorno de Anderson Silva ao octógono depois de mais de um ano afastado dos combates.

O exame apontou a presença de substâncias como androsterona e drostanolona. O médico deu uma entrevista para o canal SporTV e afirmou que em conversa com o lutador Spider ainda na terça feira, o lutador teria assegurado que não usou qualquer substância proibida e que está muito abalado e desapontado com a divulgação dessa notícia, garantindo ainda que vai fazer o que estiver a seu alcance para provar sua inocência. Somente depois disso é que ele deve se pronunciar sobre a situação. O médico declarou ter tido como uma conversa com Spider para entender o que aconteceu, ocasião em que viu como o lutador está chateado com a situação.Anderson Silva garante a médico do MMA que é inocente

O médico afirmou que acredita na palavra do lutador, porque Spider já tem uma carreira exemplar e nunca se envolveu em uma situação como essa. O médico ainda explicou que Anderson Silva está muito desapontado e não consegue encontrar explicação para o que houve. Anderson Silva teria garantido que não fez uso de qualquer substância proibida. Foi também o médico quem já adiantou a imprensa que Anderson Silva não deve se pronunciar antes do fim do processo. O médico está confiante que Anderson Silva conseguirá provar sua inocência.

O lutador ainda está enfrentando o risco de suspensão da prática esportiva, já que as substâncias que foram identificadas em seu sangue são passíveis de pena, tanto em período de competição, como também fora dele. Diaz também foi flagrado, no exame pós luta, em que deu positivo para maconha. Diaz é reincidente nessa situação e não deve ficar impune pela organização do UFC. A luta entre os dois no último final de semana pode ter o resultado anulado.