Publicado em: quinta-feira, 19/02/2015

Anderson Silva deve ter multa pesada e gancho de um ano por caso de doping

A situação de Anderson Silva em decorrência do doping que foi flagrado nos últimos meses só vem piorando. Isso porque no mesmo dia em que a Comissão Atlética de Nevada (NAC) oficializou a suspensão preventiva do lutador, ela também recebeu outra denúncia contra Anderson Silva, a respeito dos flagrantes de doping pelos testes que foram feitos antes e ainda depois de realizada a luta contra Nick Diaz, que marcou o retorno do lutador ao octógono depois de mais de um ano afastado dos combates, em decorrência de uma lesão na perna. O procurador Christopher Eccles entregou um documento com quase 40 páginas, detalhando as infrações do lutador e que tipo de penas ele deve sofrer se for considerado culpado pela NAC.

O documento relata que o lutador foi flagrado, em um exame surpresa de urina em 9 de janeiro, com dois tipos de substâncias anabolizantes: drostanolona e androsterona. Tanto uma quanto a outra são proibidas no código geral da Agência Mundial Andoping (WADA). Além disso, o documento lembra que Anderson Silva também foi flagrado em testes feitos em janeiro, um que ocorreu antes da luta contra Nick Diaz e outro logo depois do embate. O primeiro, deu positivo mais uma vez para a substância drostanolona. Já o segundo, o laboratório encontrou dois tipos de substâncias, encontradas em medicamentos ansiolíticos ou relaxantes musculares, o Temazepan e o Oxazepam.Anderson Silva deve ter multa pesada e gancho de um ano por caso de doping

Essas duas substâncias não estão na lista entre as proibidas pela WADA, mas não são permitidas também pela Comissão de Nevada. O uso é autorizado apenas quando ocorre um pedido de autorização prévio para a Comissão Atlética, o que não aconteceu. A permissão pode ser concedida com base em relatórios médicos. Quando foi preencher o formulário antes mesmo de pedir licença para lutar com Diaz, Anderson Silva não informou que estivesse usando alguma medicação, e esse falso testemunha é contra as regras da NAC.

Mesmo que tenham sido três testes, o caso do lutador vem sendo avaliado como um único doping. Ele pode ser suspenso por um ano, além de poder ser condenado ao pagamento de uma multa de US$ 250 mil. Ele tem agora 20 dias para apresentar a Comissão Atlética sua defesa. Caso isso não ocorre, a comissão entende que ele admitiu a culpa no doping.