Publicado em: segunda-feira, 15/07/2013

Anderson Silva desabafa depois de críticas e afirma que aprendeu da pior maneira que poderia

Anderson Silva desabafa depois de críticas e afirma que aprendeu da pior maneira que poderiaUma semana após sofrer nocaute que tirou o cinturão dos pesos médios do UFC, o lutador brasileiro Anderson “Spider” Silva falou sobre a derrota para o norte-americano Chris Weidmann. Spider diz que perdeu pelos próprios erros, e negou acusações que teria sido derrotado de propósito durante a luta, e afirmou que teve respeito pelo oponente e se diz decepcionado com as pessoas que o criticaram.

Ele diz que respeita o que os torcedores têm para falar, porém diz que não luta apenas para fãs, e sim por que ama lutar. Ele aponto que alguns que se dizem fãs não são tão torcedores dessa maneira e aponta que não houve nada combinado. Ele diz que nunca iria fazer isso, pois diz que tem respeito pelos fãs e pelo Brasil.

Quando reviu as imagens da luta, Anderson apontou que ninguém gosta de uma derrota, e diz que treina durante quatro meses para que possa ter uma vitória, porém afirma que aprende com erros, e ele diz que aprendeu da pior maneira que poderia. Após tudo passar e os ânimos terem sido acalmados, ele diz que começou a perceber que havia coisas que ele deveria questionar a ele próprio. Ele diz que perdeu para ele mesmo, e aponta que este tipo de derrota é a pior que pode acontecer. Ele afirma que perder em um nocaute chega a abalar, pois irá ficar marcado em toda a história dele, porém ele afirma que isso vai servir como aprendizado.

Mesmo com as críticas que recebeu, Anderson Silva garante que não irá alterar o estilo das lutas dele e cutucou Vitor Belfort, que havia reclamado que o ex-campeão não havia tido respeito por Weidman e diz que se Muhammad Ali disse que ele não havia sido humilde, aí ele pensaroa se foi ou não humilde e diz que não teve falta de respeito, pois diz respeitar os demais atletas. Ele diz que o estilo dele durou tanto tempo dando certo, fazendo tudo o que faz, desde provocações, até guarda baixa. Ele aponta que provocações existem, e precisam continuar, pois são parte do show, ele diz que caso contrário, não haveriam críticas.

A revanche entre os dois deve ocorrer em 28 de dezembro, e Spider descartou os planos para a aposentadoria, que tinha cogitado depois de perder para o rival, ele diz ser prova que precisa se superar e se reinventar tanto como pessoa quanto como atleta.