Publicado em: terça-feira, 31/07/2012

Analistas estimam alta na inflação e PIB menor em 2013

Analistas estimam alta na inflação e PIB menor em 2013De acordo com analistas, haverá aumento para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para este ano. O aumento da estimativa já ocorre pela terceira vez consecutiva. O percentual que estava em 4,92% passou para 4,98% de acordo com os dados do boletim Focus. Essa é uma publicação feita toda semana pelo Banco Central e que apresenta as principais estimativas do mercado. Já a estimativa do IPCA para o ano de 2013 continua a mesma há 5 semanas. O limite apontado pelo governo é de 6,5%, sendo que a estimativa atual está acima do centro da menta que é 4,5%.

Estimativa é que Selic possa chegar a 7,5% em agosto

Quem tem o papel de controlar a inflação é o Banco Central. Para isso é usada a taxa Selic como instrumento de controle da inflação. Atualmente a taxa está em 8%, o que é resultado da última reunião feita pelo Comitê do Banco Central. A taxa vem apresentando queda desde agosto de 2011 já que os riscos da inflação são reduzidos e o ritmo industrial e econômico do país está lento. Os analistas ainda esperam que em agosto, na próxima reunião do Copom, haja redução para 7,5% na taxa Selic. Já para 2013 a estimativa é de aumento, já que haverá uma melhora no cenário econômico brasileiro que estará em ritmo mais acelerado. Isso será necessário para que a inflação continue sob controle.

Projeção para aumento do PIB foi mantido em 1,9%

De acordo com os dados do relatório não houve grandes mudanças nas expectativas dos analistas quanto ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2012. A estimativa é que não passará de 1,9%. No caso de 2013, a última estimativa era de 4,1%, mas agora caiu para 4,05%. A produção industrial está em queda há nove semanas consecutivas, sendo que a retração que estava em 0,04% passou para 0,44%. Já e 2013, os resultados apontam para recuperação do setor com expansão de 4,3%.