Publicado em: terça-feira, 13/09/2011

Amy Winehouse teria morrido por falta de álcool

Mitch Winehouse, pai de Amy, anunciou que a filha morreu por causa de uma convulsão. Segundo ele, o organismo da filha não estava preparado para a abstinência, depois dos anos de bebedeiras da filha.

Mitch afirmou ao jornalista americano Anderson Cooper que nenhuma substancia ilícita teria sido encontrada no corpo de Amy e que ela morreu após uma convulsão. Nos exames foi detectado a presença do medicamento Librium no corpo da cantora, usado no tratamento contra alcoolismo.

Segundo Mitch, a filha não usava drogas há três anos, mas ainda sofria por causa da dependência de bebidas alcoólicas. Ele explica que Amy tomava Libruim para amenizar os sintomas causados pela falta da droga.

Ele revela que a filha tinha convulsões causadas pelo vício e que este teria sido o que motivou a parar de beber. Porém numa dessas convulsões teria falecido, pois não havia ninguém em sua casa naquela noite para atendê-la antes que o pior acontecesse.