Publicado em: segunda-feira, 25/07/2011

Americana descobre loja falsa da Apple em cidade da China

Blogueira americana, identificada como BirdAbroad, que está morando na cidade chinesa de Kunming foi a primeira pessoa a desconfiar que uma loja revendedora dos produtos da Apple poderia ser falsa. Por a cidade ser um ponto não muito interessante para a empresa de Steve Jobs, a blogueira desconfiou pela localização da loja, sendo que o interior da mesma era praticamente idêntico a uma verdadeira loja da Apple. O estabelecimento perdeu credibilidade em alguns pontos: escadas malfeitas, pintura descuidada, crachás sem identificação e o escrito “Apple Store” na fachada da loja.

A norte-americana escreveu que, ao entrar no site oficial da empresa, a própria publica quais são os pontos na China que contam com uma loja oficial dos seus produtos. Além disso, a Apple nunca escreve nada na fachada das lojas, pois apenas o ícone luminoso da sua fruta caraceterística é suficiente para que o cliente reconheça a marca. O curíoso é que não só os clientes foram enganados, mas também os funcionários, pois estes acreditavam ser funcionários de Steve Jobs.

Ao verificar os produtos em exposição na loja, que conta com exemplares de modelos procurados e itens para conhecer a tecnologia da marca, a americana não conseguiu identificar se a mercadoria é falsa ou verdadeira.

A China é conhecida por ter vendedores não autorizados dos produtos da Apple, que levam a mercadoria para o seu país, onde vendem os dispositivos da Apple sem pagar os impostos necessários. Em seu blog, a americana escreveu que essa loja é a mais perfeita cópia de uma original da Apple que ela já encontrou pelo seu caminho.