Publicado em: sexta-feira, 07/12/2012

Amazon começa a operar no Brasil com obras de mais de 90 editoras

Amazon começa a operar no Brasil com obras de mais de 90 editorasA Amazon começou a meia-noite e um minuto desta quinta-feira (06) a operar no Brasil, vendendo a on-line mais de 1 milhão e 400 mil livros digitais. De todos esses, apenas 13 mil eram títulos em português. A empresa norte-americana fez contrato com 90 editoras brasileira para que começasse as suas operações.

Na última semana, a Amazon finalizou acordos com a Companhia das Letras e a Intrínseca, editora que controla a franquia “Tons de Cinza”, que tem umas das obras mais vendidas atualmente. David Naggar, vice-presidente de conteúdos para o Kindle diz que a empresa quer angariar milhões de leitores no país e vender muitas obras no Brasil.

No entanto o leitor Kindle, que o tem esperado para ser de R$ 299, não começou a ser vendido no país. Porém a Amazon informou que o aparelho vai estar disponível para ser vendido durante as próximas semanas, sem dizer uma data específica.

Os executivos da Amazon não quiseram contar detalhes sobre o começo de operações de vendas online. Algumas horas antes da Amazon entrar no ar no país, ainda na quarta-feira (5), o Google também começou a vender livros eletrônicos na loja Google Play.

Conforme Naggar, o preço sugerido para o Kindle é competitivo e deverá estimular a leitura entre brasileiros. Ele diz que o objetivo da empresa não é ganhar dinheiro na venda de dispositivos e sim realizar a venda de livros eletrônicos.

Fora o Kindle, os livros presentes no catálogo da Amazon vão poder ser baixados e lidos em vários dispositivos, como tablets, smartphones ou PCs, pois os aplicativos para que ocorra a leitura são disponibilizados de maneira gratuita e em português. Alexandre Szapiro, vice-presidente do Kindle na Amazon no país diz que a Amazon está entusiasmada em poder lançar uma nova Loja Kindle apenas para brasileiros, já contendo os best sellers do país, e em reais.