Publicado em: sábado, 30/06/2012

Amazon.com quer entrar no mercado brasileiro ainda neste ano

Os planos da Amazon.com, um dos maiores grupos de comércio eletrônico norte-americana, são de abrir uma loja digital de livros no Brasil ainda em 2012, no quarto trimestre. A expectativa da empresa é que no país seja obtido uma fatia no mercado online que está em rápido crescimento no país.

O nome do grupo é uma homenagem ao rio mais extenso da América Latina e a empresa quer também conquistar espaço no continente, fazendo a venda do seu tablet, chamado Kildle, e seu catálogo de livros digitais, conhecidos como ebooks, disponíveis em português.

Como irá abordar somente o meio digital, as chances de riscos de maiores proporções que poderiam acontecer num país com problemas de infraestrutura e com um sistema de tributos que é considerado muito caro. Vale lembrar que a empresa norte-americana poderá enfrentar, com sua vinda ao país, a desaceleração do crescimento econômico, que pode influenciar o consumo no país.

De acordo com fontes próximas a Amazon, o Brasil seria o primeiro país no qual a empresa entraria apenas com produtos digitais e que essa decisão foi tomada por conta da logística e das dificuldades tributárias que o grupo poderia vir a enfrentar.

Representantes de editoras brasileiras estariam fazendo encontros e videoconferências durante os últimos meses para que os contratos para a disponibilização dos seus conteúdos para o tablet da Amazon fossem concluídos. Essa negociação estaria sendo feito com o Pedro Huerta, que é o responsável pelo conteúdo que é disponibilizado no Kindle. A ideia é que a disponibilização do conteúdo comece entre os meses de outubro e novembro deste ano. Entretanto, o porta-voz da empresa, Craig Berman, não quis comentar sobre a possível vinda da Amazon para o Brasil.