Publicado em: sábado, 23/07/2011

Alunos do Maranhão poderão ver a redação do Enem corrigida

A Justiça Federal do Maranhão concedeu nesta sexta-feira (22) uma liminar que determina que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) inclua no edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 uma cláusula que garanta a todos os candidatos dos estado o direito de ver a redação corrigida. A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal. O Inep informou que vai entrar com recurso.

O Ministério Público Federal ainda pediu que os candidatos que tivessem o direito de interpor os cursos administrativos contra o resultado da prova de redação, entretanto o pedido foi negado. O juiz José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara da Justiça Federal acredita que o critério fixado pela Inep é compatível com as questões da segurança jurídica.

No último dia 12, em uma palestra na 63ª reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Goiânia, a presidente do Inep, Malvina Tuttman, afirmou que o governo cogita a possibilidade de encaminhar a redação corrigida a todos os candidatos que fizerem as provas do Enem, a partir do segundo semestre de 2012. “O ministro da Educação, Fernando Haddad, ainda tem que aprovar e o Inep depende de maquinário pesado para isso”, disse no evento.

O Enem será aplicado em todo o país nos dias 22 e 23 de outubro. Serão 12 mil locais e 140 mil salas de aula recebendo a prova. No começo do mês, o MEC informou que cerca de 5,4 milhões de alunos estão inscritos para essa edição.