Publicado em: sexta-feira, 04/11/2011

Alunos da USP mantêm ocupação

Nesta manhã de sexta-feira, dia 4 de novembro, mesmo depois da decisão judicial que autorizou a reintegração de posse do prédio à instituição, os alunos da Universidade de São Paulo (USP) mantêm a ocupação no local. Os estudantes ocupam o prédio da reitoria desde a noite de terça-feira. Na tarde de quinta-feira, o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) foi desocupado.

A desocupação da reitoria deve acontecer em até 24 horas após os alunos serem notificados pela Justiça. Os alunos disseram que ainda não haviam recebido a notificação nesta manhã. A decisão foi tomada pela 9ª Vara de Fazenda pública. De acordo com a juíza Simone Gomes Rodrigues Casoretti, a reintegração de posse deve acontecer de maneira pacífica, com um representante dos manifestantes e da autora.

Se os estudantes não desocuparem o imóvel, a juíza concede a autorização para que se use força policial. Porém, ela afirma que conta com o bom senso de ambas as partes e o esforço para que vida no campus melhore. Os alunos decidiram durante uma assembleia na noite de quinta-feira que iriam manter a ocupação e não discutiram sobre a reintegração.

As ocupações tiveram início após três estudantes serem detidos pela Polícia Militar ao serem flagrados com maconha dentro de um veículo. Os alunos começaram um protesto e mais tarde invadiram o prédio da FFLCH. Os universitários exigem a saída da Polícia Militar do campus e o término do convênio com os policiais.