Publicado em: terça-feira, 03/09/2013

Aluna transgênero processa escola por ser impedida de usar o banheiro feminino no colégio

Aluna transgênero processa escola por ser impedida de usar o banheiro feminino no colégioOs familiares da estudante americana Nicole Maine de 15 anos de idade estão processando a escola da menina e tem o apoio da comissão de diretos humanos, segundo eles suspeitam houve por parte da escola a violação de seus direitos, essas afirmações serão apuradas por meio desta ação.

A menina é transgênero e segundo informações a escola onde ela estuda a proibiu de utilizar os banheiros femininos que existem na escola, Nicole estudava lá no ano de 2007, segundo a família, após diversas reclamações por parte deles, a escola permitiu que a menina utilizasse o banheiro que era destinado aos funcionários da instituição.

A tramitação dessa ação traz a tona qual a posição que as escolas devem ter no tratamento dos alunos que são trangêneros, para que seus direitos sejam respeitados.

A escola onde Nicole estudava a proibiu de utilizar os banheiros femininos logo após um colega que estudava na mesma escola fez a reclamação junto à direção, seu avô então foi ao colégio e reclamou da decisão e a direção da escola decidiu então que Nicole poderia fazer uso dos sanitários disponíveis para o uso de seus funcionários.

Nicole é gêmea idêntica de um menino e segundo a família ela começou com questionamentos sobre sua sexualidade aos 4 anos de idade, a menina dizia para a família que sesentia como menina, passada essa fase e com a chegada da puberdade, já com 11 anos de idade, Nicole passou à receber tratamento com o uso de hormônios, para que suas características masculinas fossem inibidas.

Hoje em dia Nicole Maiden e seus familiares fazem parte do grupo de ativistas que luta pelas causas dos transgêneros.

Muitos não entendem as diferenças entre uma pessoa ser transgênero ou transexual e acabam se confundindo, o individuo que é transgênero não se importa tanto com as questões à respeito da sexualidade, já que sua identidade de gênero ultrapassa essas barreiras, já o transexual tem uma identidade sexual diferente daquela que nasceram, porém eles têm a necessidade de modificar suas características para o sexo que desejam ter e para isso utilizam-se de intervenções médico cirúrgicas para alcançar os resultados desejados.