Publicado em: quinta-feira, 05/06/2014

Alinne Rosa mostra tatuagem em homenagem ao namorado

Alinne Rosa mostra tatuagem em homenagem ao namoradoHá oito anos, o namorado da cantora Alinne Rosa faleceu. O guitarrista da banda Detonautas, Rodrigo Netto, foi assassinado quando sofreu uma tentativa de assalto na cidade do Rio de Janeiro. Naquela época os dois namoravam e a cantora diz ter sofrido muito com a situação. Ela esteve participante do programa “Mais Você”, da apresentadora Ana Maria Braga, e revelou que sente solidão.

A morte do namorado marcou para sempre a vida de Alinne Rosa, já que Rodrigo era muito importante na vida dela. Para homenageá-lo, ela fez uma tatuagem no corpo. Rodrigo Netto era conhecido como Nettinho e namorava com a cantora há cerca de dois anos. Depois disso, veio a tragédia.

Alinne diz que a morte do namorado foi um momento muito triste para ela e foi capaz de mudar a forma como via a vida. A tatuagem para Nettinho tem um símbolo do infinito e um coração na região do antebraço. A cantora diz que decidiu por fazer o desenho para ter lembranças do namorado.

Ela diz que mesmo que os anos passem, já são oito, a saudade vai aumentando e a lembrança também. Isso porque ela conta que o rompimento da relação não foi nada desejado, foi algo forçadamente interrompido. Ela diz que o relacionamento entre os dois ficou em sua memória até hoje.

Alinne conta que Nettinho a inspirou por várias vezes a escrever. Ainda é preciso musicar as canções. Atualmente, a cantora baiana está nas paradas de sucesso com a música de nome “Complicamos Demais”. A canção está na novela das nove, “Em família”, como tema de uma das personagens principais da trama, Helena (Julia Lemmertz).

No ano de 2006, o guitarrista Rodrigo Netto foi alvo de assaltantes na avenida Marechal Rondon, na Zona Norte do Rio de Janeiro. No momento em que foi abordado, ele estava com a avó e o irmão em um carro. Rodrigo estava dirigindo um astra para fugir dos assaltantes que atiravam no carro. O guitarrista foi atingido por uma bala na região da axila esquerda, que atravessou o peito. Ele acabou não resistindo ao ferimento.