Publicado em: quinta-feira, 12/07/2012

Alemanha – Breno recorre de decisão da Justiça

Os advogados do zagueiro Breno decidiram recorrer da decisão da Justiça da Alemanha, que considerou o jogador brasileiro culpado pelo incêndio em sua casa e aplicou uma pena de 3 anos e nove meses de prisão. A defesa de Breno entrou com um pedido de revisão do processo nesta quinta-feira (12).

Detido em Munique, o jogador aguarda pela ações de seu advogado, que espera reduzir o tempo de pena imposta ao jogador. O principal argumento da defesa do jogador brasileiro de 22 anos é que seu cliente apresentou calma durante o julgamento, aceitando a sua culpa no episódio e pedindo desculpas pelo ocorrido. O Bayern de Munique, por sua vez, divulgou um comunicado em que afirma estar apoiando o zagueiro.

Breno foi julgado há cerca de uma semana, e considerado culpado pelo incêndio que ocorreu em sua residência, em setembro do ano passado, em Munique. Perante os juízes, Breno admitiu que bebia demais na época em que o fato ocorreu, relatando que ingeria uma garrafa de uísque, além de várias cervejas, diariamente. Quando os bombeiros atenderam à ocorrência, relataram ter encontrado o jogador brasileiro com evidências de que estava alcoolizado.

O psiquiatra que acompanhou o atleta também informou, o jornal ‘Bild’, que Breno tinha sérios problemas com o álcool. A esposa do atleta, que deixou a casa minutos antes dela ser incendiada, também relatou ter enfrentado muitos problemas com o zagueiro devido ao consumo excessivo de bebidas.

Revelado pelo São Paulo, Breno se transferiu ao Beyern de Munique logo após se destacar pelo tricolor paulista, na campanha em que conquistou o Campeonato Brasileiro, em 2007. O defensor chegou a ser convocado para a seleção brasileira, mas na Alemanha acabou enfrentando problemas de adaptação, além de ter sofrido várias contusões e praticamente não ter atuado nas últimas temporadas.