Publicado em: terça-feira, 01/11/2011

Aldo Rebelo assume oficialmente Ministério do Esporte

A cerimônia de posse do novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PCdoB), aconteceu na última segunda-feira (31) e defendeu seu antecessor, Orlando Silva, que teve que renunciar após ser envolvido em um suposto esquema de desvio de verbas. Durante a cerimônia, Rebelo afirmou que Orlando é “mais que inocente”. Para Rebelo, “talvez mais que inocente, vítima das consequências da luta social e política”. O ex-ministro foi acusado de ter desviado dinheiro do projeto Segundo Tempo em convênios firmados com ONGs.

O ex-ministro participou da cerimônia e declarou “fico feliz em dizer: sou inocente. Os dias vão passar, evidências vão surgir disso e a verdade vai se estabelecer. É em torno dessa verdade que eu luto. Sua capacidade vai ser posta à prova e vai encantar o Brasil e o esporte. Confio que você vai fazer um trabalho tão extraordinário como foi a sua trajetória”. Orlando sempre defendeu sua inocência e se colocou à disposição das investigações.

Outro ponto destacado por Rebelo diz respeito ao seu partido, o mesmo de Orlando, pois sustenta que o PCdoB não está acima das críticas, mas que está aberto a corrigir deformidades e continuar com a herança histórica e as lutas pelos ideais que compartilham.

A situação de Orlando no Ministério ficou insustentável a partir do momento em que o Supremo Tribunal Federal abriu inquérito para investigá-lo. Tal iniciativa quer dizer que o então ministro estava oficialmente sob dúvida da sua inocência. Com isso, Orlando decidiu renunciar alegando que passaria a trabalhar para defender sua honra.