Publicado em: sexta-feira, 30/03/2012

Alckmin assina a autorização para construção de monotrilho em São Paulo

Nesta quinta-feira (29), o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou a autorização que dará início às primeiras obras da Linha 17-Ouro do Metrô, que irá ser operada com a função de monotrilho. Segundo o próprio governo, a primeira fase das obras prevê a construção de oito estações, que irão fazer a ligação entre o Aeroporto de Congonhas e a Estação Morumbi da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Os dois estão localizados na zona sul da capital paulista.

A principio será realizada a parte de instalação de estacas e também a preparação do terreno. Os planos são de que as estações fiquem prontas e funcionem até a Copa do Mundo, que acontece no Brasil em 2014. O primeiro trecho irá ter 7,7 km de comprimento e inclui as estações Jardim Aeroporto, Congonhas, Vereador José Diniz, Água Espraiada, Vila Cordeiro, Brooklin, Chucri Zaidan e Morumbi. Em sua primeira fase, a Linha 17 contará com uma frota de 24 trens.

As obras irão permitir que as pessoas saiam do Aeroporto de Congonhas e peguem o trem, cuja estação estará na Avenida Washington Luís, próxima à entrada de Congonhas. A ligação será realizada através de um túnel. A previsão é de que a demanda de passageiros chegue a 252 mil pessoas diariamente. O investimento feito é de aproximadamente R$ 3,2 bilhões.

A construção do monotrilho irá gerar a desapropriação de 110 imóveis. Além disso a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) irá interditar uma faixa da avenida Roberto Marinho, neste domingo (1). A interdição deverá durar pelos dois anos em que as obras forem realizadas.