Publicado em: terça-feira, 06/08/2013

Aids completa 3 décadas e terá testes de vacina feitos em macacos no Brasil

Aids completa 3 décadas e terá testes de vacina feitos em macacos no BrasilA vacina desenvolvida no brasil contra o vírus HIV, que causa a Aids, começará a pássaro por testes que serão inicialmente realizados em macacos já nesse ano.

Os testes tem como previsão de duração de 2 anos, o objetivo dos testes é localizar o e identificar qual o método que seria mais eficiente para ser usado em seres humanos.

Após esses testes serem finalizados, será necessário que haja financiamento, para que então se iniciem os testes em humanos, os chamados ensaios clínicos.

A vacina que é chamada de HIVBr18, tem seu desenvolvimento e patente feita por três pesquisadores que fazem parte da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Edecio Cunha Neto, Jorge Kalil e Simone Fonseca.

O HIVBr18, exatamente como outras vacinas que estão em estudo ao redor do mundo, tem como principal objetivo a diminuição da carga de vírus presentes em pacientes infectados, e não busca evitar que os indivíduos que sejam saudáveis contraiam o vírus HIV.

A pesquisa foi embasada após análise realizada no sistema imunológico de um grupo que já é infectado com o vírus, porém que mantêm o HIV controlado durante um longo período de tempo e que por essa razão demoram a ficar doente. No sangue de pessoas com essas características a quantidade de linfócitos T que são as células de defesa do tipo CD4, que é o principal alvo de ataque do vírus se mantém mais alta do que o normal.

Segundo os pesquisadores esses linfócitos, chamados de TCD4, buscam diversos tipos de células de defesa, os chamados linfócitos do tipoCD8, que atuam na produção de toxinas que são capazes de eliminar as células que estão contaminadas pelo vírus.

Segundo a informação dos pesquisadores devem demorar ao todo cinco anos para que os testes em macacos e em seres humanos sejam finalizados.