Publicado em: quarta-feira, 30/06/2010

Agressor de Berlusconi é absolvido

O homem que agrediu o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, foi absolvido em julgamento na terça-feira (29).

Em dezembro de 2008 Massimo Tartaglina atirou uma miniatura da catedral de Milão no rosto de Bersluconi, que sofreu ferimentos leves. No julgamento, o tribunal absolveu Tartaglina, já que o próprio Berlusconi havia pedido.

O primeiro-ministro italiano entendeu que seu agressor sofre de problemas psíquicos, e a única exigência para a absolvição, foi a permanência de Tartaglina na comunidade terapêutica sob tratamento.

Massimo Tartaglina é técnico eletrônico, com 42 anos de idade. Segundo o relatório de psiquiatras, apresentado durante o julgamento, no momento da agressão, o técnico ‘não era capaz de entender, tampouco discernir’.