Publicado em: quarta-feira, 06/07/2011

Agência Moody’s rebaixa nível da dívida de Portugal

Na última terça-feira (05), a agência de classificação de riscos Moody’s rebaixou o nível da dívida de Portugal. Antes, o país estava classificado como Baa1, sendo que agora está no patamar Baa2. Isso representa uma queda de quatro graus dentro da categorização da agência. Com a classificação, Portugal fica taxado como possível devedor e entra no grupo popularmente chamado de junk, palavra para “lixo” em inglês.

De acordo com a Moody’s, o critério para rebaixar a dívida de Portugal foi por o país demonstrar fortes indícios de que vai precisar de um segundo apoio de financiamento oficial. Além disso, a agência mantém a preocupação com Portugal não conseguir cumprir comas metas estabelecidas para reduzir e estabilizar sua dívida. Por isso, Portugal parece precisar do auxílio financeiro antes de levantar recursos por conta própria no mercado internacional. O nome oficial da categoria na qual se encontra é grau especulativo.

Ao receberem a nova classificação do país, a Comissão Europeia declarou que considera infeliz a decisão da agência Moody’s. Para a Comissão, isso demonstra como não se pode confiar nas classificações de riscos, pois os critérios são embasados em possibilidades, e não em fatos concretos. Ainda, a Comissão ressalta como Portugal acaba de dar início à administração ao programa de ajustes que foi planejado junto ao Governo e aliados internacionais.

Para especialistas em economia, o rebaixamento de Portugal tem reflexos negativos no mercado europeu. A partir do momento em que a Grécia já recebeu o segundo pacote de financiamento e que Portugal foi classificado negativamente, passam a surgir dúvidas quanto a qual será o próximo país atingido.