Publicado em: sexta-feira, 26/08/2011

Agência de risco reavalia Brasil de forma positiva

Nesta quinta-feira (25), a agencia de classificação de risco Standard & Poor’s anunciou que a avaliação referente a nota brasileiro em foi reavaliada de forma “positiva”, informando que o calote é pouco provável. Na última avaliação, a denominação indicava “estável”.

A reavaliação acontecer devido a mudança que foi realizada a partir da analise das novas formas de avaliação dos governos, segundo informou a agencia. No último dia 5, a S&P anunciou que a avaliação da nota da dívida dos Estados Unidos havia sido reduzida. Dessa forma, o crédito deixou de ser “AAA” e passou a ser “AA+”.

Com o anuncio sobre a nota dos EUA, houve uma onda de instabilidade em todos os mercados internacionais, que foi inclusive sentindo no Brasil quando a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo, chegou a cair mais de 8% em um único dia. Desde então, o índice vem tentando se recuperar.

Já a decisão de reclassificação da nota brasileiro não aponta um novo aumento. A agencia considera que o aumento é possível nos próximos 12 ou 18 meses. A avaliação é feita a partir de alguns fatores que indicam se a economia do país é estável e crescente para os próximos anos.

“Boas perspectivas de crescimento a longo prazo, combinado com a melhora da liquidez externa e a expansão do mercado de capitais local podem reforçar a capacidade do governo de gerenciar mudanças repentinas e adversas nas condições econômicas globais”, explica a Standard & Poor’s.