Publicado em: quinta-feira, 24/05/2012

Advogados do goleiro Bruno tentam acelerar Habeas Corpus

Francisco Simim, advogado de defesa do goleiro Bruno, declarou que está tentando antecipar o julgamento do pedido de habeas corpus que pode tirar o jogador da prisão. Um dos principais motivos é que o atleta já recebeu diversas propostas de clubes de futebol.

Assim que deixar a cadeia, Bruno deverá se apresentar ao Flamengo, pois ainda possui vínculo trabalhista com o clube. Se for dispensado pelo clube time carioca, o objetivo do goleiro será o Atlético Mineiro, onde foi revelado. O advogado diz ainda que existem outros clubes que também já fizeram convite para ter Bruno como goleiro, mas que o mais provável é que ele deixe o Flamengo e fique no Atlético.

Simim e Rui Pimenta, o outro advogado do atleta, irão ainda esta semana para Brasília tentar acelerar o julgamento do habeas corpus. Bruno é acusado da morte de sua ex-namorada e mãe de seu filho, Eliza Samúdio. Ela desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi encontrado. A vítima teria sido levada por comparsas do goleiro até uma fazenda em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde foi torturada e assassinata.

Segundo o advogado do goleiro o processo pelo desaparecimento é a única coisa que impede a liberdade do atleta. Se o pedido de haeas corpus for concedido, Bruno será liberado imediatamente.