Publicado em: quinta-feira, 29/12/2011

Adriene volta atrás e assume autoria do disparo da arma

Na última quarta-feira (28) foi realizada a reconstituição da cena do incidente envolvendo o atacante Adriano, do Corinthians, além da acareação entre todas as pessoas que estavam dentro do caro do jogador.

A vítima do disparado, Adriene Cyrillo Pinto, voltou atrás na sua primeira versão dos fatos e admitiu ao delegado da 16ª DP do Rio de Janeiro que foi ela a responsável pelo disparo acidental que atingiu o seu dedo indicador da mão esquerda.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Fernando Reis, durante o depoimento da vítima ela admitiu que pegou a arma deliberadamente e o disparo aconteceu de forma acidental. Mas a confirmação só aconteceu depois de muito vai e vem, o que é normal em acareações, completou.

O delegado disse ainda que mesmo com a confissão de Adriene, o caso ainda não está encerrado. Reis irá colher mais algumas provas e irá encaminhar o relatório ao Ministério Público. Depois disso, esse órgão poderá indiciar alguém ou então arquivar o caso.