Publicado em: quarta-feira, 27/06/2012

Adolescentes norte-americanos preferem os amigos a internet

Um estudo divulgado nesta terça-feira (26) mostrou que metade dos adolescentes dos Estados Unidos prefere ficar com os amigos de maneira real do que passar o tempo na internet, mesmo que ainda permanecem horas on-line. O levantamento, feito pelo grupo de pesquisas Common Sense Media, localizado em San Francisco, ouviu adolescentes com idade de 13 a 17 anos entre os meses de fevereiro e março.

De acordo com a pesquisa, 90% dos entrevistados afirmam que usam as redes sociais sendo que, 51% deles afirmam que acessam no Facebook, o principal site mencionado pelos adolescentes, pelo menos uma vez por dia. No entanto, 49% dos entrevistados disseram que prefere manter uma conversa pessoalmente com os amigos e se justificam dizendo que, além de ser mais divertido, é mais fácil de entender o que o outro que dizer.

Outros resultados

Os consultados que preferem mandar mensagens de texto somam 33%, contra 7% que preferem redes sociais e 4% o telefone. A especialista Victoria Rideout, disse para a agência AFP, que os adolescentes usam as tecnologias como uma maneira adicional de comunicação e não uma forma de substituição. O levantamento fez entrevistas com mais de 1000 adolescentes norte-americanos.

No total, 52% dos entrevistados afirmam que as redes sociais ajudam a reforçar as amizades. Já 43% afirmam que evitam os sites às vezes, e 41% admitem o vício pela tecnologia. O curioso é que 36% dos consultados afirmam que gostariam de viver em um mundo onde não existisse o Faceboo