Publicado em: sábado, 25/02/2012

Adolescente japonesa morre após acidente no Hopi Hari em São Paulo

Na manhã de sexta-feira (24), uma jovem japonesa de 14 anos morreu após despencar de um brinquedo do parque Hopi Hari, em Vinhedo, interior de São Paulo. Gabriela Yukay Nychymura era filha de uma brasileira e estava passando férias na casa de sua tia, que vive em Guarulhos, Grande São Paulo. La Tour Eiffel, brinquedo em que o acidente aconteceu, simula a queda de um elevador com 69,5, o equivalente a um prédio de 23 andares, e a queda pode atingir 94 km/h.

A adolescente caiu do brinquedo em movimento e, de acordo com testemunhas, ela teria escapado da cadeira quando estava a cerca de 10 metros do solo. “Ela desceu na cadeira como todo mundo. No primeiro solavanco (da frenagem), a trava dela abriu e ela caiu de cara no chão”, disse o comerciante Sandro Rojas, que presenciou a cena.

De acordo com o delegado da Policia Civil de Vinhedo, Álvaro Santucci Noventa Júnior, uma falha mecânica no cinto de segurança ou na trava do brinquedo teria levado à queda da jovem. “Pelo que apuramos, essas cadeiras (do brinquedo) descem em queda livre e ao atingirem aproximadamente 30 metros do solo é iniciado um processo de frenagem. Nós agora tentamos verificar o que pode ter ocasionado a soltura do corpo dessa jovem. Em tese tem um colete pressurizado hidraulicamente e também o cinto que prende no assento do brinquedo”, explicou o delegado.

Já a dona de casa Iracema Teodoro, acredita que a trava não foi o suficiente para segurar Gabriela, pois ela era muito franzina. “Pelo que deu para perceber a trava não soltou e ela escorregou da cadeira no impacto, quando o brinquedo desceu”, contou. O resultado da perícia da Policia Cientifica deve ficar pronto em sete dias.

Segundo o hospital Paulo Sacramento, a adolescente chegou ao local sem vida e com sinais de traumatismo craniano. Ela havia sido atendida pela equipe de socorro do próprio parque e sido reanimada, mas sofreu uma parada cardíaca e morreu a caminho do hospital.

O Hopi Hari informou que apenas o brinquedo onde ocorreu o acidente será interditado, o resto do parque voltou a funcionar normalmente neste sábado (25). A assessoria do parque afirmou ainda que “lamenta profundamente o ocorrido, está prestando toda a assistência à família da vítima e apoiando os órgãos responsáveis na investigação sobre as causas do acidente”.