Publicado em: sexta-feira, 20/04/2012

Acusado de canibalismo planejou matar sua mãe

Os familiares de Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, de 50 anos, detido na cidade de Garanhuns, no Recife por estar sendo acusado do assassinato de ao menos três mulheres garantem que foram vítima de golpe. De acordo com os parentes do homem, ele teria roubado em torno de R$ 80 mil incluindo dinheiro vivo, cheques e compras realizadas com o cartão de crédito de sua mãe, Zélia Beltrão Negromonte da Silveira, de 74 anos, que vive na cidade de Olinda, também no Recife. Além disso, ele teria planejado assassinar sua mãe para poder ficar com a herança dela.

Além de Jorge, sua mulher Isabel Cristina Pires da Silveira, de 51 anos, e a sua amante Bruna Cristina Oliveira da Silva, de 25 anos, estão presos em Garanhuns desde o dia 11. O trio confessou ter matado três mulheres, mas a polícia investiga também mais outros cinco assassinatos que podem ter sido cometidos pelos três.

Isabel deu depoimento para a polícia confirmando que recheava empadas com carne humana que era tirada dos corpos das vítimas esquartejadas, e os salgados eram vendidos pelas ruas da cidade. Além de vender, o próprio trio se alimentava com a carne de suas vítimas.

De acordo com os parentes de Jorge, o caso do roubo aconteceu em 2007, quando ele acabou sendo proibido de frequentar a casa dos pais. Um dos irmãos dele conta que depois disso o expulsaram e nunca mais o viram, e só a partir das imagens na televisão tomaram conhecimento dos casos em que o homem está envolvido.