Publicado em: sábado, 24/09/2011

Acordo entre Brasil e Cuba deve impulsionar a saúde

Nesta quinta-feira (22), o Ministério da Saúde anunciou que irá assinar um protocolo de cooperação bilateral para o desenvolvimento da saúde junto ao governo da Cuba. O documento recebe as assinaturas dos ministros da Saúde dos dois países, Alexandre Padilha do Brasil, e Roberto Morales da Cuba.

“Vamos desenvolver conjuntamente produtos para tratar doenças como o câncer, o diabetes, males renais crônicos, o que permitirá impulsionar os vínculos entre ambos os países”, comentou Padilha em uma entrevista a TV estatal cubana.

O ministro aproveitou para destacar que o acordo não deve impulsionar apenas a saúde dos países, mas ainda ajudar os demais países latino americanos a aprimorem e beneficiarem a saúde global e a população.

Padilha ainda destacou a importância da última Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) que teve como principal discussão o tratamento das doenças crônicas não transmissíveis. Ele acredita ser de extrema importância realizar acordo de inovação tecnológica com diversos países.