Publicado em: quinta-feira, 29/03/2012

Acontece hoje velório de Millôr Fernandes

No dia de hoje, 29, os fãs e admiradores do escritor e desenhista Millôr Fernandes terão a chance de acompanhar a despedida da personalidade. Millôr será velado entre às 10h até às 15 horas no Cemitério Memorial do Carmo, no bairro do Caju, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Depois deste horário, somente a família e amigos mais próximos poderão acompanhar a cerimônia de cremação.

O escritor morreu com 87 anos, durante a noite de terça feira (27), quando sofreu de uma falência múltipla dos órgãos em sua casa no Rio. No ano passado, ele precisou ser hospitalizado duas vezes na Casa de Saúde São José, entretanto, a família não liberou a divulgação dos laudos médicos.

Millôr atuou como desenhista, escritor, jornalista, tradutor e humorista. Existem ainda algumas polêmicas quanto a data certa de nascimento do jornalista. A família aponta o dia 27 de maio ou 16 de agosto de 1923, mas a carteira de identidade indica o dia 27 de maio de 1924.

O escritor nasceu no Méier e deveria ter sido registrado como Milton Viola Fernandes. Mas a caligrafia do funcionário deixa dúvidas, dando a impressão do nome Millôr, o que o escritor descobriu só aos 17 anos.

Carreira

No dia 15 de março de 1938 foi quando ele começou a atuar no jornalismo, trabalhando com o ofício de repaginador, factótum e contínuo na publicação “O Cruzeiro”. Na mesma época, o escritor venceu um concurso de contos da revista “A Cigarra”, assinando com o pseudônimo de Notlim. Mais tarde, ele assumiu a direção da mesma revista e assinava seus artigos da seção “Poste Escrito” como Vão Gogo.

Anos depois, ele passou a colaborar com a revista ‘O Cruzeiro’, iniciando os 18 anos que se seguiriam da coluna “O Pif-Paf”. Millôr também conquistou diversos prêmios e reconhecimento no campo da caricatura e do desenho. O escritor ainda era bastante ativo, apesar da idade e debilidade, postando diariamente em seu site e Twitter.