Publicado em: quarta-feira, 23/11/2011

Ações da Netflix caem em 7% após anuncio sobre perda para 2012

As ações da empresa norte-americana Netflix, que comercializa o aluguel de DVDs de filmes e seriados pela internet, caíram até 7% na terça-feira (22), depois que a companhia alertou o mercado sobre possíveis perdas em 2012. Tal perspectiva fez com que analistas de Wall Street cortassem os preços-alvos para o Netflix, decisão que foi tomada a partir das próprias informações divulgadas pela empresa. No primeiro momento, a Netflix havia alertado somente para as perdas do primeiro trimestre do ano que vem.

De acordo com a Netflix, o problema surgiu a partir do momento em que a empesa decidiu aumentar o preço dos seus produtos e de dividir os negócios de streaming e de entrega dos DVDs com outra empresa, mas essa última decisão foi revertida pouco tempo depois da sua aplicação. Quando a Netflix “terceirizou” parte do seu serviço, muitos clientes começaram a reclamar em fóruns e em mensagens diretamente para a companhia.

Segundo o comunicado enviado pela empresa, “se não revertermos o sentimento negativo do consumidor sobre nossa marca, se continuarmos a experimentar significativos cancelamentos de clientes e um declínio em novos assinantes, nossos resultados operacionais, incluindo fluxo de caixa, terão impacto adverso”. Se novos assinantes não forem conquistados, a receita trimestral continuaria estável. Porém, para 2012, isso representa um prejuízo.

A Netflix tem popularidade principalmente entre os consumidores dos Estados Unidos e do Canadá, onde atua há mais tempo. No Brasil e em alguns países da América Latina a Netflix começou a oferecer seus serviços neste ano e ainda conquista seu mercado.