Publicado em: segunda-feira, 09/12/2013

Ações da CVC caem em estreia na Bovespa

Ações da CVC caem em estreia na BovespaA CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. principiam a agenciar ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) a partir de hoje, dia 09. A oferenda pública primitiva da CVC, na última quinta-feira, agitou R$ 621 milhões. O valor de cada ação abre a R$ 16, aquém da faixa alusiva de R$ 18 a R$ 22 implantada pelos coordenadores, com o custo mudando durante o dia. Às 11h45, as ações da CVC retrocediam 3,81%, a R$ 15,39, à medida que o Ibovespa, o fundamental indicador da bolsa, progredia 0,08%, a 50.983 pontos.

Conforme dados divulgados na página de internet da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), foram comercializadas 38,8 milhões de ações na intervenção inicial, que foi recobramento pela CVC após a empresa ter pendido metas de acender capital no início do ano passado.

A companhia é aconselhada pela equipe americana de investimentos Carlyle, que adquiriu 63,6% da empresa em dezembro de 2009. O conhecimento restante ficou com o instituidor da corporação, Guilherme Paulus. Ambos comercializaram ações no IPO.

Constituída em 1972, a empresa mostra-se como a superior entre as operadoras de turismo da América Latina. Nos nove primeiros meses do ano, a rentabilidade líquida da CVC desmoronou 1,3% sobre igual fase de 2012, a R$ 457,6 milhões, com o ganho líquido retrocedendo 8,2%, a R$ 71,8 milhões.

A CVC opera em todos os Estados do país e no Distrito Federal, com apresentação em 288 cidades. Até o final do terceiro trimestre, a companhia continha 750 estabelecimentos específicos, dos quais 717 unidades atuadas por franqueados.