Publicado em: segunda-feira, 29/07/2013

Acidente de trem em Santiago chega a 79 vítimas

Acidente de trem em Santiago chega a 79 vítimasO trem que descarrilou em Santiago de Compostela, resultando em inúmeras mortes, teve aumentado nesta final de semana o número de vítimas, subindo para 79 pessoas mortas, que estavam sob cuidados em hospitais da cidade e região. O maquinista, que está sendo acusado neste caso de causar homicídio por conta da imprudência, já foi chamado para depor diante do juiz sobre o ocorrido. Foi através de um comunicado que a imprensa foi informada sobre o falecimento de outras duas pessoas, deixando em quase 80 o saldo de vitimas fatais do acidente, de acordo com a assessoria de saúde da Galícia.

Além deste número de vítimas fatais, o governo regional ainda divulgou que nos hospitais estão internados setenta pacientes, dos quais mais de vinte deles estão em observação em estado crítico. São vinte adultos e duas crianças em graves condições. O senhor Francisco José Garzón, de 52 anos, maquinista do trem, sofreu ferimentos leves com o acidente e recebeu alta na manhã do último sábado. Já no domingo ele foi levado às dependências judiciais para ser ouvido pelo juiz. A informação foi divulgada por um porta voz do Tribunal Superior de Justiça da cidade.

O maquinista foi detido formalmente ainda na noite de quinta feira e no domingo era a data que encerrava o prazo máximo de 72 horas determinado para a prisão preventiva do acusado, antes da investigação passar à disposição judicial. Para resolver o caso, estão abertas duas investigações, uma administrativa e outra judicial e todas as atenções então centradas agora no maquinista, que é acusado de imprudência, apesar da longa experiência profissional. Ele poderia ter freado a tempo uma curva em que era de apenas 80 km/h a velocidade máxima permitida. Esta atitude teria evitado o acidente.

Este é o pior acidente ferroviário da Espanha desde o ocorrido em 1944. Somente depois de identificados os cadáveres das pessoas falecidas na tragédia é que será realizado o funeral solene, que deverá até contar com a presença do príncipe herdeiro Felipe, a esposa do herdeiro, Letizia e a infante Elena. O acidente ferroviário aconteceu na última quarta feira, quando um trem que vinha de Madri realizou uma curva fechada em alta velocidade.