Publicado em: segunda-feira, 21/05/2012

Acesso ao Twitter é bloqueado no Paquistão

Neste domingo (20), o acesso ao Twitter foi bloqueado no Paquistão devido à “blasfêmias” que os usuários estão postando no microblog. Esta foi a justificativa dava pelo governo para proibir o acesso a rede social. O presidente Autoridade de Telecomunicações do Paquistão (PTA), Mohammed Yaseen, afirmou que a medida foi tomada sob as ordens do Ministério de Tecnologia da Informação.

De acordo com Yaseen, o feito aconteceu devido ao “conteúdo blasfemo” das publicações feitas pelos usuários do Twitter em suas páginas. O presidente do PTA também disse que o Ministério está discutindo com o próprio microblog para que os conteúdos sejam removidos dos perfis dos usuários.

Bloqueios

Além do Twitter, a rede social Facebook e mais mil sites foram bloqueados pelo governo do Paquistão durante quase duas semanas em maio de 2010. O motivo alegado na época foi o mesmo: conteúdo blasfemo. No dia 20 de maio, os usuários de várias redes sociais quiseram realizar o “Everybady Draw Muhammad Day” (dia em que todos desenham Maomé).

A data foi escolhida como uma forma de manifesto contra o bloqueio feito em 2010. Toda representação que se faça de Maomé é considerada por muitos muçulmanos como uma blasfêmia. Nem o Twitter nem o Ministério da Tecnologia quis comentar sobre o bloqueio.