Publicado em: sábado, 14/12/2013

Abel Braga acerta retorno ao Internacional para a próxima temporada

Abel Braga acerta retorno ao Internacional para a próxima temporadaNo início da tarde da última sexta-feira (13), a diretoria do Internacional anunciou a contratação do técnico Abel Braga para a temporada 2014. Foram dois meses de indefinição dos dirigentes. A apresentação está marcada para o dia 17 de dezembro e o treinador deve assinar contrato até o fim do ano que vem.

Além de Abel, chegam para trabalhar no Internacional a comissão técnica formada pelo auxiliar-técnico Leomir de Souza, os preparadores físicos Marcelo Chirol e Cristiano Nunes, o preparador de goleiros Marquinhos, além do observador-técnico Fábio Moreno. No departamento de futebol, Marcelo Medeiros deixa a função de diretor para ocupar o cargo de vice-presidente de futebol. Luís César Souto de Moura, por sua vez, deixou o clube.

O último trabalho de Abel foi no Fluminense, quando foi demitido pelo clube no dia 29 de julho, após derrota fora de casa para o Grêmio. No ano passado, o treinador havia conquistado o título de campeão brasileiro pelo Tricolor carioca.

Com história no Internacional, o comandante chega para sua sexta passagem pelo clube. A primeira delas foi entre 1988 e 1989, depois passou rapidamente em 1993 e 1995. O maior destaque foi entre 2006 e 2007, quando se tornou campeão da Taça Libertadores da América e do Mundial de Clubes da Fifa. Em sua última passagem, em 2008, se sagrou campeão gaúcho.

Treinador do Colorado tenta recolocar o Internacional no caminho dos títulos importantes

Ídolo da torcida colorada, Abel Braga espera recuperar a auto-estima do grupo do Internacional, que brigou contra o rebaixamento no último Campeonato Brasileiro e terminou na modesta 15ª colocação na tabela, com 48 pontos ganhos. O Inter foi comandado pelo ex-goleiro Clemer, que assumiu o time interinamente, após a demissão de Dunga, o qual havia conquistado o Estadual, no primeiro semestre.

Sem trabalhar desde o meio do ano, o treinador chegou a recusar um convite para trabalhar no Flamengo, após a saída de Mano Menezes.