Publicado em: terça-feira, 11/10/2011

Abbas pede a governo colombiano apoio ao reconhecimento do Estado Palestino

O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, vai se encontrar nesta terça-feira (11) com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, para pedir que o único país da América Latina a não reconhecer o Estado Palestino mude de idéia. Analistas acreditam que a visita não vai fazer diferença na opção colombiana, pois defendem que isso representa a subordinação do país perante os Estados Unidos. Além disso, isso mostra o isolamento da Colômbia na região.

De acordo com o cientista político Benjamim Herrera, da Pontifícia Javeriana, “a questão palestina é só uma prova do que estamos dizendo. Nas grandes causas, e temas cruciais para os Estados Unidos, a Colômbia os apoiarão, mesmo que contrariando o posicionamento de todos os outros países da região”. O especialista destaca também a aliança que a Colômbia tem com Israel, principal interessado no não reconhecimento do Estado Palestino. Por mais que a Colômbia esteja tentando se aproximar de outras nações, quando a decisão dos Estados Unidos é final, o governo de Santos concorda.

Ao mesmo tempo, Santos defende que o Estado Palestino deve ser reconhecido por meio do diálogo ao invés de uma imposição. Para tanto, o governo colombiano declarou que está disponível para participar da intermediação.

Esse argumento pode ser visto como fraco, pois as tentativas de negociação praticamente se esgotaram. A Palestina impôs condições prévias para voltar a dialogar com Israel, que não aceita as determinações do povo vizinho. A ANP fez o pedido formal à ONU para ser reconhecida como Estado autônomo.