Publicado em: sexta-feira, 02/05/2014

A Organização Mundial de Saúde faz alerta sobre mortalidade de infecções simples por causa de superbactérias

A Organização Mundial de Saúde faz alerta sobre mortalidade de infecções simples por causa de superbactériasA Organização Mundial de Saúde declarou que infecções que são consideradas simples pelos médicos, podem voltar a causar mortes, isso se deve porque os medicamentos que são receitados para combater ou até mesmo prevenir essas infecções podem não fazer mais o efeito esperado nos enfermos.

A grande escala de utilização de medicamentos antibióticos de maneira indiscriminada é o que possibilita que eles sejam pouco eficazes no combate a essas enfermidades, já que por serem excessivamente usados e de maneira muitas vezes errada pelos doentes, causa uma resistência do organismo, ou seja, a pessoa fica imune a ação do remédio prescrito.

Segundo a Organização Mundial de Saúde atitudes precisam ser tomadas para que essas enfermidades possam ser prevenidas, além disso os medicamentos antibióticos devem ser receitados pelos médicos com maior critério, apenas em casos em que for detectado que seu uso é imprescindível, esses medicamentos não poderão mais fazer parte do conjunto de armas para que sejam evitadas complicações e até mesmo mortes em decorrência de tal enfermidade.

Em um período de poucos anos, de acordo com a OMS, os medicamentos antibióticos foi tornado ineficaz em alguns casos, pelo seu uso inapropriado e indiscriminado, sendo assim o mecanismo que é considerado um pilar que é capaz de manter o indivíduo saudável ao longo de sua vida, está deixando sua eficácia de lado.

Todos esses conjuntos de constatações fazem parte de um relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde, que chama atenção para os dados de resistências à medicamentos antibióticos e declara que é preciso que se saiba que através dessa resistência desenvolvida é possível que infecções, que antes eram facilmente tratadas por meio do uso dos medicamentos, e que eram consideradas simples agora podem levar o indivíduo à morte em todas as faixas etárias e em todas as localidades do mundo.