Publicado em: quarta-feira, 04/07/2012

97% dos estrangeiros que participaram da Rio+20 pretendem voltar ao Brasil

Durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) encomendou uma pesquisa com os estrangeiros para saber o que eles acharam da viagem ao Brasil. De modo geral as respostas indicaram que a maioria deles, 97%, pretende ou quere voltar ao Brasil. No total a pesquisa ouviu 228 pessoas divididas entre jornalistas e representantes de delegações. A Conferência aconteceu no Rio de Janeiro no mês passado. Além de 97% dos entrevistados terem a intenção de retornar ao país, cerca de 60% deles voltou para o país de origem com a melhor opinião a respeito do Brasil. Segundo Flávio Dino, presidente da Embratur, essa pesquisa mostra que o ministério do turismo acertou nas estratégias. Segundo ele 54% do público estavam vindo para cá pela primeira vez e o acerto na organização do evento pode ter dado pontos positivos para o país. Além disso, outro ponto positivo apresentado pelos entrevistados é que a personalidade dos brasileiros foi um ponto muito positivo e o principal “atrativo turístico”. Eles também citaram as belezas naturais e a hospitalidade brasileira.

Preço dos produtos foi uma das principais reclamações

Uma das principais reclamações feitas pelos turistas que vieram para a Rio+20 foi com relação ao preço dos produtos que estavam muito caros. Além disso, 36% responderam que a visita e a permanência no país superaram as expectativas da viagem, no entanto 4% responderam que piorou a visão que eles tinham depois de permanecerem aqui. O principal problema com relação aos preços veio em relação a rede hoteleira da cidade. Em função disso, houve uma negociação entre o setor e o governo o que fez com que as taxas fossem reduzidas em até 60%. Segundo Dino, o governo precisa oferecer condições gerais, mas o setor hoteleiro precisa colocar preços justos.