Publicado em: terça-feira, 06/12/2011

4,6 milhões de brasileiros vivem em áreas de risco de ter epidemia de dengue

O Ministério da Saúde divulgou um levantamento nesta segunda-feira (5) onde aponta que aproximadamente 4,6 milhões de cidadãos brasileiros estão vivendo em áreas que apresento risco de ter uma epidemia de dengue no próximo versão. Os dados indicam que 48 municípios brasileiros possuem alto índice de infestação do mosquito responsável pela doença. O número é duas vezes maior do que foi apresentado em 2010, quando 24 cidades apresentavam fatore de risco.

Os munícipios analisados apresentam a circulação dos três sorotipos existentes do vírus da dengue, o Den 1, Den 2 e o Den 4. Com esta avaliação, o ministério consegue criar uma planilha de observação das cidades que apresentam risco de ter um maior numero de casos confirmados da doença.

Os municípios estão distribuídos em 16 estados do país. Entre as capitais, o risco é meio em Cuiabá, Porto Velho e Rio Branco. Já no estado de São Paulo, o município com mais probabilidade de desenvolver uma epidemia é o de Catanduva.

Segundo o Ministério da Saúde, este ano deve acontecer o repasse de cerca de R% 90 milhões a serem destinados a ações preventivas da doença em 989 cidades, que são avaliadas como prioritárias no combate à dengue. Estes municípios foram selecionados porque apresentam um termo que comprometem adesão e o compromisso em criar medidas especificas para ser feito o tratamento dos pacientes e prevenção da doença. O país confirmou até o mês de novembro 742.364 casos da doença.